Interessantes

E lá se foi 2010 (por Danilo Maldonado)

E lá se foi 2010. E não dá pra olhar pra trás e não lembrar de tudo aquilo que se agregou em mim durante esse ano. Foi em 2010 que eu dei um passo importante rumo a um sonho antigo, que eu aprendi q montar uma aula dá mais trabalho do que se pensa e que agente nunca é bom o suficiente. Foi nele que novos grandes amigos se tornaram eternos, que amigos importantes ficaram mais longe(é…eu disse alguns “até breve”), que laços antigos, porém profundos, se tornaram ainda mais essenciais. Foi nele que começamos, em família, a travar uma luta muito mais intensa contra um inimigo voraz. Chorei calado, repensei a vida, suspirei… Mudei de casa e de cidade…Fui feliz, fui triste, me cansei MUITO, engoli desaforos(e como engoli…), briguei, fui diminuído e me diminuí. Sofri preconceitos e lutei contra eles…tentei ser menos preconceituoso (e acho que consegui) e vivi de fato o que acreditei. Fiz uma viagem maluca (sem grana) com amigos maravilhosos, apresentei trabalhos, fui em espetáculo de circo, em shows perfeitos, em boas festas, joguei truco e fiquei devendo visitas… Acho que não fui um bom namorado (aliás, até hoje acho que ainda não consegui ser…), me decepcionei, se decepcionaram comigo…Tive alguns porres, não tive ressaca, dancei…Revivi episódios em momentos nostálgicos, senti saudades de uma outra época…Tentei salvar amizades (sem bons resultados)…Cantei menos, não toquei nada, mas amei a música e a arte como nunca antes…Ouvi elogios, acreditei em alguns. Recebi críticas, absorvi as verdadeiras e cresci. Vi a alegria da realização de um sonho nos olhos de pessoas. Vi muitos sorrisos radiantes nos nascimentos e muitas lágrimas de alma nos funerais (ooo ano com funerais…afff). Tentei, a cada dia vivido, ser uma pessoa melhor e falhei por várias vezes… Confesso ter torcido pro ano acabar numa tentativa desesperada de afastar alguns sofrimentos pesados q tiveram vida em 2010, mas devo admitir que foi com esse ano que eu senti na pele que o amor é a única forma de se manter de pé..seja o amor de mãe, de filho, de namorados, de amigos…é esse sentimento que consegue manter agente de pé. Vi também que a vida é MUITO MAIOR do que se acostuma a viver e que tem MUITA coisa boa a ser vivida, se abraçarmos a oportunidade.

Chego ao final entendendo que valeu a pena viver 2010. Talvez eu gostaria de enterrar algumas dores, mas quem sabe 2011 não traga consigo a cura pra algumas delas… (…)

por Danilo Maldonado

Um grande amigo escreveu isso, quando li percebi que não poderia deixar de postar aqui…espero que tenham gostado tanto quanto gostei!

Anúncios

Comente...compartilhe suas ideias também!!! E lembre-se: Comentar não dói e faz uma blogueira feliz!!!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s