Qualidade de vida

O choro e o riso!!!

Bem, as vezes fico me sentindo assim, entre o choro e o riso. Tenho tido uma capacidade imensa de ir do choro ao riso em questão de segundos, é sério. Pelo que andei “assuntando” com outras mães isso é meio que comum no nosso meio, então estou mais tranquila. Mas confesso que estava meio com medo de mim mesma…hehehe!

Uma dessas mães que para mim é uma querida chegou a me dizer o seguinte: “ser mulher + ser mãe + mundo conturbado + dor de crescer = choro e riso, sem lógica aparente”. (Pra quem tiver curiosidade em saber quem é essa super sábia que fez essa explicação é a Cláudia Dodd, ou famosa iaiá.)

E é isso mesmo que passamos.É uma junção de coisas pelas quais não estamos esperando, essas coisas surgem ficamos felizes e atordoadas ao mesmo tempo. Sei que os homens dizem não entender isso, mas eles precisam compreender que somos uma bomba de hormônios que a qualquer momento pode ser ativada, é claro que isso não é motivo para que a mulher tire proveito das situações, mas às vezes exageramos na dose e nem nos damos conta.

Ela ainda teve a ousadia de dizer também que somos como um iceberg flutuante, onde apenas a ponta está visível mas uma imensidão pode estar escondida sob as águas. Mas isso não é bom e nem ruim, é apenas natural. Acredito que na maioria das vezes podemos controlar nossos impulsos, principalmente quando fazemos questão de controlá-los, agora risos e choros não vejo porque controlar.

Somos mulheres, cuidamos de uma casa, do “maridón”, dos filhos, do almoço, das roupas e ainda tentamos encontrar tempo para ficarmos “bonitonas”, fazemos as unhas, nos depilamos, arrumamos o cabelo, ou seja, damos um tapa no visual com frequência, sendo assim “vamo combiná” um chorinho ou um riso descontrolado não vai fazer mal pra ninguém, vai!?

Anúncios

7 comentários em “O choro e o riso!!!

  1. oi amor…adorei a citação!
    mas é que eu sei muito bem o que vc quiz dizer, sendo mãe também. (acho mesmo, que é da natureza humana…mais comum na mulheres, eu sei!)
    bjs e parabéns pela evolução dos seus escritos!

    Curtir

  2. Podemos, né? Vai que fosse pior se não fizéssemos isso, hein? Acho justo. Prefiro rir a gastar minha felicidade à toa… chorar a ficar aos berros. Então, acho juto um chorinho ali, um sorriso – ainda que sem motivo – aqui.
    Adorei!

    Curtir

  3. Nossa, mas isso não foi uma simples conversa, foi uma sessão de terapia!!! Adorei e concordo com tudo que sua amiga falou…

    Quando a gente se torna mãe, fora o amor e tudo mais, a carga de responsabilidade triplica, quadriplica…a consequência de nossos atos não nos alcançará apenas, mas poderá alcançar aquele pequeno, que depende tanto…

    E esse medo meio inconsciente de crescer nos deixa super sensíveis. E somando-se a todo resto…é de deixar qualquer mulher com complexo de Atlas. rs

    Beijos, Vanessa

    Curtir

Comente...compartilhe suas ideias também!!! E lembre-se: Comentar não dói e faz uma blogueira feliz!!!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s