Sophia

O tempo passou num piscar de olhos…

Este slideshow necessita de JavaScript.

Não acredito que ela já está completando um aninho, passou tão rápido que tenho a sensação de que foi ontem que comecei a sentir as contrações avisando que ela estava para chegar. Era um domingo (13/06/2010) depois do dia dos namorados, passei o dia todo desconfortável, não achava uma posição boa para nada, parece que pressentia que ela estava prestes a chegar.

A cesariana estava marcada para a quinta-feira, caso ela não desse sinal antes, mas após passar o dia todo sentindo contrações resolvi deitar um pouco, para ver se relaxava. Era duas horas da manhã quando levantei sentindo que as contrações estava constantes, com intervalos mais curtos, às três horas tive certeza que daquele dia não passaria, resolvi acordar o Ju para ele me levar ao hospital. Após muita conversa e exames médicos, que constataram que o parto normal não seria tão aconselhável optei pela cesariana.

Por volta das 6hs da manhã de uma segunda-feira (14/06/20101) todos os preparativos cirúrgicos foram feitos, o Ju já estava na sala de cirurgia comigo, os amédicos tentavam me acalmar, mas a emoção era tanta, a expectativa, sei lá, era tudo tão novo que me deixou totalmente elétrica, e tudo foi acontecendo e de repente a médica que fazia o parto disse: “nasceu, nasceu…!”,  e eu ouvi aquele chorinho mais gostoso do mundo, o choro que reconheço hoje ainda que bem longe de mim, é o mesmo choro, quando ele me mostrou a Sophia eu olhei aquela coisinha tão pequenina e não entendia o porque de Deus ter me dado um presente tão especial, a única coisa que se passava pela minha cabeça era: “ela é tão linda, tão pequena, será que eu mereço tudo isso?”.

Mas sim, Deus me deu esse presente, essa herança, para que eu soubesse o que é sentir um ser crescendo dentro de mim, para que eu soubesse o que é dar a luz a um filho,para que eu soubesse o que é alimentar uma criança através do milagre da amamentação, para me ensinar a ser forte, a ser doce, a ser paciente, a ser mãe. Ai tem toda aquela coisa, o pediatra leva o bebê para outra sala, a mão fica ali toda ansiosa ouvindo o choro do bebê, mas de repente ele entrou na sala de cirurgia com aquele pacotinho cor de rosa, isso mesmo, ela tinha as bochechas rosadas, o cabelo pretinho, assim que ele a colocou do meu lado o choro passou, fiquei tão emocionada, tanto é que o pediatra disse um monte de coisas e eu não me lembro de nada, só me lembro do cheiro dela naquele momento, da bochecha rosada…

Agora eu olho para ela e vejo que sou completa, me sinto mais forte, às vezes chego a acreditar posso virar uma fera prestes a atacar quem tocar na minha cria, outrora me sinto doce, para acalmar, ninar, enfim, quando olho para ela entendo que realmente eu não sabia o que era amor de verdade.

Quando ela chora de medo ou de dor parece que um pedaço de mim está sendo arrancado, e quando a pego no colo ela se aconchega como se fosse um ursinho, uma roupa que se encaixa perfeitamente no meu colo, um canguruzinho que entra na bolsa da mãe canguru para se proteger. Quando ela acorda e me chama, quando ele pede mama, quando ela me manda beijo com aquela boquinha sem dente, o que quer que ela faça para mim é a coisa mais linda do mundo e ela é o neném mais fofo do universo (coisa de mãe).

Olho para ela e vejo ainda aquele bebê pequeno que a médica acabou de tirar da minha barriga, aquele bebezinho que a enfermeira colocou no meu peito para a primeira mamada, não consigo acreditar que ela está crescendo, que já está fazendo um aninho, será que vou sentir isso sempre?

Anúncios

2 comentários em “O tempo passou num piscar de olhos…

  1. Que coisa linda!!! Fiquei sem palavras, mas li esse seu textinhos umas 5 vezes e me emocionei em todas! Vc é uma mãe raridade… Hj td mundo é metido a moderninho e esquecem um pouco do seu papel de mae. Conheço mtas assim. Mas vc não. Vc é super mãe! E tem uma super hiper linda nenem!!! E eu desejo td que Deus tem de melhor para ela!!!! Parabens… para as duas! =D

    Curtir

    1. Ai, obrigada…e eu que chorei com o seu comentário…é assim mesmo, no dia dos filhos nós mães ficamos emocionadas além da conta…hehehe…
      É verdade, eu optei pelo que muitas mães tem deixado de lado, quero ser a primeira a ver as gracinhas que ela faz…acho que nenhum dinheiro no mundo pagaria a felicidade de criar minha cria!
      Beijos…

      Curtir

Comente...compartilhe suas ideias também!!! E lembre-se: Comentar não dói e faz uma blogueira feliz!!!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s