Sophia

A primeira noite sem ela…

...eu na casa da vovó...

Bem, você deve ter lido que Maridón e eu comemoramos 2 anos de casados, neh!? Então, foi lindo, foi um fim de semana completo, com direito a jantar a dois, música gostosa, romantismo e flores para fechar com chave de ouro. Mas para que isso acontecesse a Sophia passou a sua primeira noite fora de casa, na casa da vovó Beth e do vovô Horácio, vou contar para vocês como foi esse drama maternal…

Meus pais ficaram tão felizes com a oportunidade de cuidar dela por uma noite que se ofereceram para vir buscá-la em Uberlândia, ai eu arrumei as malas, “afofei” ela o dia todo, beijei o tempo inteiro, mas sinceramente, quando eles chegaram eu juro que repensei a idéia, mas não voltei atrás, ela precisava desse momento e eu também. Dei mil e uma recomendações (como se minha mãe já não tivesse criado duas meninas…), enchi a malinha de roupa de calor, de frio, pijamas extras, fraldas, brinquedos, mandei o termometro, remédio para qualquer tipo de perrengue ( contando que a Sophia nunca ficou doentinha, será que eu pensei mesmo que em uma noite ela ficaria???).

Sendo assim, dei um banho nela, arrumei todinha, dei beijinhos e entreguei ela para o meu pai enquanto eu dava uma conferida em todo o “arsenal” que montei para eles levarem, disse que o celular estaria comigo o tempo todo e que qualquer coisa era só ligar ( Francamente, o que poderia acontencer?). Quando fui me despedir ela simplismente não quis vir no meu colo de novo, acho que ela percebeu que eu poderia desistir a qualquer instante. E assim ela foi…e assim eu chorei…exagero? Era a primeira vez que ela ia dormir fora de casa…não acho que foi um exagero não…! É óbvio que liguei para saber se eles chegaram bem, mas prometo que liguei uma vez apenas!

Saímos, passeamos, curtimos a noite e o assunto principal era: Sophia e José Miguel (que estava no passeio)…hehehe… sempre que falávamos de algo, independente do que fosse nos lembrávamos deles…engraçado ter filhos! Não é que nossa vida se resuma a eles, apenas não conseguimos nos ver sem eles!

E ela? Ela curtiu a primeira noite fora de casa, mas não deu nenhum trabalho, dormiu no horário certo, sem dar show’s, acordou tarde, comeu certinho e tudo, quando falou comigo no telefone o abraçou e quis beijá-lo e só fez cocô depois que eu cheguei (sinceramente, eu estava doida para ela fazer antes de eu chegar), acho que quando cheguei ela me olhou e pensou: Pronto, quem me limpa chegou, agora eu posso fazer!).

A primeira noite sem ela foi de aprendizado, onde ela aprendeu que pode ser cuidada por outras pessoas e eu aprendi que outras pessoas podem cuidar bem dela…é difícil dar asas aos filhos, mas é necessário pois só assim eles crescem e nós também…

Anúncios

Um comentário em “A primeira noite sem ela…

  1. Hahaha, eu só deixei minha mãe cuidar do Ian quando ele tinha quase 2 anos e era ligando a cada meia hora… Agora no segundo filho eu tô menos paranóica, mas ainda assim exageradamente cuidadosa. É bom desgrudarmos um pouco, como vc mesma disse, é bom pra nós e pra eles. Bjo!

    Curtir

Comente...compartilhe suas ideias também!!! E lembre-se: Comentar não dói e faz uma blogueira feliz!!!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s