Paternidade

O que falar sobre o meu pai?

Se essa fosse uma redação de quando eu era criança e o assunto fosse sobre o meu pai com certeza eu começaria dizendo que ele é o melhor pai do mundo e como não são essas as circunstâncias começo dizendo que o meu pai, o Horácio, é o melhor pai do mundo…rsrs…e além disso é um homem sábio, forte, gentil, engraçado, carinhoso, preocupado, honesto, fiel, atencioso, cuidadoso, por vezes melancólico mas muito amoroso. Geralmente está sorrindo, mas vez ou outra seu sorriso é roubado por piscadas curtas e rápidas, seu semblante fica sério, a testa franzida e suas palavras se tornam curtas e duras. Mas no geral é um doce, desde que não pisem no seu calo. Me ensina muito sobre a vida, me ensina sobre Deus e o amor que Ele tem por nós, me ensina até sobre mim, às vezes fala coisas sobre mim que nem eu mesmo sei, me conhece muito, sabe o que está se passando só de ouvir minha voz no telefone.

Adoro me lembrar da minha infância porque recordo momentos divertidos que tive ao lado dele, ele sempre fez questão de ser presente, não me lembro de ter me deixado de lado em nenhum momento, me levava à campos de futebol, ao clube, ao supermercado, me dava banho e eu me lembro de tudo. Me lembro de cantar enquanto ele tocava violão, me lembro de quando ele me ensinou a andar de bicicleta, do orgulho que sentiu quando comecei a ler e de como ele ficou vaidoso ao saber que eu tinha sido aprovada em uma universidade federal. Me lembro das nossas viagens em uma Variante vermelha que ele tinha, me lembro de tomar café com ele diariamente e de como ele sempre me contava a mesma piada todos os dias cedinho enquanto me levava para a escola. Ele me ensinou a ser quem sou.Um homem simples mas cheio de valores, não me ensinou a ser preocupada com o que os outros vão pensar de mim mas sim a me preocupar com o que eu penso è meu respeito. Posso dizer que seu parceria com minha mãe é perfeita, fizeram e ainda fazem um ótimo trabalho.

Posso dizer que os melhores conselhos que já tive até hoje saíram da boca dele, infelizmente não segui todos e acabei fazendo besteira algumas vezes, mas mesmo depois das minha “burradas” ele era capaz de me abraçar, sentar comigo e me dizer que estava ali para “o que der e vier”, que estaria ali sempre, é um exemplo de homem. Sempre me encorajou a fazer o que queria, me deu forças, me disse que eu conseguiria, já me disse até que ma admirava, pensa que privilégio ser admirada por quem se admira. Se ele é perfeito? Sim, ele é um pai perfeito, com todas as suas limitações consegue ser o melhor pai que pode ser! Se ele tem defeitos? Sim, ele tem lá os seus defeitos mas nenhum deles nunca foi suficiente para fazer com que ele deixasse de ser o melhor pai do mundo aos meus olhos. Devo muito a ele e sei que nunca vou poder retribuir tudo aquilo que ele fez por mim, mas meu coração sempre será grato à tudo que ele é e ao que ele fez.

Pai, te amo…feliz dia dos pais!!!

Anúncios

Um comentário em “O que falar sobre o meu pai?

Comente...compartilhe suas ideias também!!! E lembre-se: Comentar não dói e faz uma blogueira feliz!!!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s