Maternidade

Para as minhas crianças! – Sophia, José Miguel e Maria Flor –

Eles são tudo, menos meus!
Eles são tudo, menos meus!

Eles são as olheiras no meu rosto, o sorriso nos meus lábios e as lágrimas que marejam meus olhos. Eles são a casa bagunçada, o brinquedo no banheiro, a minha cama sempre desarrumada, os copinhos de plástico no escorredor da cozinha, um papel rabiscado no meio de um livro, o lápis de cor fazendo parte da decoração da estante, o motivo de não assistir à um único episódio ao menos do meu seriado favorito por completo, terminar uma conversa ao telefone ou conseguir escrever esse post de uma só vez.

Eles são o meu cabelo sempre preso (agora curtinho), a minha preocupação com o clima, as escovinhas de dente na pia do banheiro, a fruteira sempre reabastecida, o cheiro de lenço umedecido nas minhas mãos, o barulho do liquidificador batendo uma vitamina, o melhor “Manhêêêêê, acabei” que um dia imaginei ouvir, o cheiro de criança pela casa, o chulezinho que eu gosto de cheirar, a minha falta de privacidade para ir no banheiro, a minha força para levantar da cama nos dias difíceis.

Eles são a minha vida atual quase antisocial (se é que você me entende), o garçom confuso com tanta criança em uma única mesa dentro de um restaurante, os meus banhos cronometrados,o meu alerta constante dentro do shopping, aquele cheirinho gostoso de bolo de chocolate no forno, o aumento na fatura do cartão, o meu coração que dói de amor e bate mais forte de tanta felicidade, a minha contribuição por um mundo melhor, menos machista, preconceituoso ou racista.

Eles são minhas lágrimas, meus sorrisos, meus medos, minha felicidade, minhas culpas e minha ansiedade. Eles são essa minha nova preocupação com política, economia, água, meio ambiente, sociedade e inflação. Eles são o meu conhecimento por papinhas, melhores alimentos, brinquedos pedagógicos, medicamentos, agrotóxicos, doenças, a música infantil que não sai da minha cabeça, o brinquedo que eu piso no meio da noite e o motivo de não gritar quando esse brinquedo é pontudo e machuca meu pé.

Eles são a minha vida, o meu tesouro, a minha alegria, o motivo do meu coração estar sempre cheio de alegria. Existe apenas uma coisa que eles não são, MEUS. E o que mais quero é saber criá-los para que eles sejam livres e torço para que isso faça com que eles queiram sempre voltar, por vontade própria.

Filhotes, eu amo vocês e, sinceramente, não teria pra mim uma outra vida se não essa, de cuidar de vocês!

Anúncios

3 comentários em “Para as minhas crianças! – Sophia, José Miguel e Maria Flor –

Comente...compartilhe suas ideias também!!! E lembre-se: Comentar não dói e faz uma blogueira feliz!!!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s