Feminismo

#nãomedêflores

11046484_814253155315341_6631794953922282450_n

“Nesta semana especial do Dia Internacional da Mulher, deixamos aqui nossa reflexão: o que temos pra comemorar? A mulher continua ganhando um salário menor que o homem, é violentada, estuprada, assediada e tem a autoestima reduzida por uma cultura misógina, que lucra muito pregando inseguranças às mulheres, além da dupla jornada de trabalho, já que a maioria das mulheres continuam trabalhando dentro e fora de casa. No dia 8 de março, não me dê flores, me dê respeito, neste e em todos os outros dias do ano.” Empodere Duas Mulheres

1625600_654130381314703_1035052325_n

No dia 08 de março não quero flores, não quero ser parabenizada, quero ser respeitada durante todo ano, quero ter liberdade para ser eu mesma, quero poder andar na rua sem medo, quero poder dançar sem ser mal interpretada, não quero ser analisada a ponto de ser interpretada, quero poder escolher, quero poder dizer não, quero poder me olhar no espelho e me sentir perfeita, quero poder me jogar em uma panela de brigadeiros sem medo da gordurinha que pode aparecer, quero poder ter o corpo que eu quiser, seja ele magro, forte ou cheio de celulites e curvas.

Quero poder envelhecer sem ter que me “lambuzar” de cremes anti rugas, quero rir e quero ter rugas, marcas de expressão, manchas e sardas! Quero assumir meus cabelos brancos porque me sinto charmosa assim e NÃO SOU OBRIGADA A PINTAR! Quero ir pra piscina ou praia com o biquíni que me der vontade e não ter medo do que tenho para mostrar. Quero poder participar de concursos para garotas bonitas porque me acho bonita, independente do padrão estético imposto, não pelo concurso mas pela mídia/sociedade/hipócritas/chatos. NÃO QUERO ME IMPORTAR MAIS COM PADRÕES!

Quero ser reconhecida pelo meu trabalho recebendo o que é justo, quero ter tranquilidade durante uma licença maternidade e exijo que ela seja de, no mínimo, SEIS MESES. Quero ter segurança de não ser demitida após voltar ao trabalho por ser “uma mulher que vai faltar muito porque se tornou mãe”, quero poder escolher entre voltar a trabalhar ou ficar em casa sem ser julgada pela minha escolha. Quero poder parir com dignidade, quero poder escolher a via de parto que é mais saudável, quero poder amamentar em público, VOU AMAMENTAR EM PÚBLICO!

Quero amar, quero sentir o amor, quero gozar, não sou objeto de prazer de ninguém, NÃO SOU OBJETO e NÃO SOU DE NINGUÉM, somente de mim mesma! Se estou com você é porque quero estar, se eu disser “NÃO” é “NÃO”, vá embora sem me agredir, seja verbalmente ou fisicamente! Abaixe seu tom para falar comigo, somos iguais e devemos discutir como iguais.

Não sou eu quem provoco o estupro é a sociedade que não consegue combater a cultura do estupro por não saber criar seus homens fora do machismo! Minha saia não tem culpa se você não aprendeu a respeitar uma mulher! Minha atitude não define a sua! Eu não gosto de apanhar e nem de ser humilhada! Se você me agride eu sou a vítima, não tente virar o jogo! Só quero uma coisa e, por mais que ela pareça ser abusiva demais para a sociedade vou dizer, eu só quero ser vista, respeitada e tratada como um ser humano!

Assinado: MULHER!

Anúncios

Um comentário em “#nãomedêflores

Comente...compartilhe suas ideias também!!! E lembre-se: Comentar não dói e faz uma blogueira feliz!!!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s