Maternidade

Filhx, ninguém pode te bater!

Sem título2

Nem sempre consigo conter aquele berro ou aquela palmadinha na hora que meus filhos fazem algo que eu desaprove. Me policio ao máximo e morro de vergonha de assumir isso, mas ás vezes, quando vejo, já foi. Parece que o “corrigir” dando palmadas  ou gritando está mais embutido em mim do que gostaria que estivesse. Queria fazer parte daquele grupo de mães que parecem nunca perder a calma, mesmo quando a criança faz alguma coisa absurda, que conseguem levar tudo no diálogo, mas não sou dessas.

Quando meus filhos exageram acabo levantando o tom de voz e dependendo do momento acabo levantando a mão também, depois que acontece me sinto super mal, porque sei que não é a melhor forma de corrigir ou por cair na real e perceber que só levantei a voz ou a mão por já estar nervosa com alguma outra coisa. Quando volto à raciocinar (sim, bater, pra mim é falta de raciocínio e confesso que às vezes sou bem irracional) respiro fundo, os chamo e explico que errei, que às vezes vou errar mesmo sendo “gente grande” e que ninguém, ninguém mesmo tem o direito de levantar a voz ou bater em qualquer um deles.

Chamo os dois mesmo, ainda que apenas um tenha exagerado na “arte”, os chamo para que ambos entendam que erro, que sou ser humano e que estou, assim como eles, em construção e busco ser cada dia melhor. Quero que meus filhos saibam que seres humanos são limitados, erram e precisam de ajuda, e acredito que a melhor forma de ensinar isso à eles é assumindo os meus erros e pedindo que me desculpem.

Não sei se você sabe, mas ninguém tem o direito de bater em ninguém, ninguém bate porque ama, ninguém grita para corrigir porque ama. Concordo que quem ama disciplina, educa, mas disciplinar e educar vão além de gritos e tapinhas no bumbum. Já pude perceber que quando os corrijo com um tom de voz firme, mas baixo, e olhando nos olhos dele tenho muito mais sucesso do que quando fico gritando, isso é perceptível mesmo.

Mães gritam, pelo menos a maioria, e isso nos faz perder até mesmo o respeito dos filhos, porque às vezes gritamos mas nunca falamos nada, se é que você me entende. Gritar não leva à lugar nenhum, é chato, cansativo e assustador para as crianças. O ideal é respirar fundo, se posicionar no mesmo nível da criança, olhar nos olhos dela e com voz firme ensinar que aquilo não é o certo/esperado/aceitável naquele momento.

Se é fácil? Pra mim não, é um exercício diário, e na maior parte do tempo tenho sido reprovada nessa prova aí!

Se vou desistir? Nunca! Ainda que tenha que pedir desculpas para os meus filhos um milhão de vezes e dizer à eles que estava errada ao exagerar todas as vezes, continuarei tentando.

Se me frustro por não conseguir? Com frequência!

Se eles me desculpam? Sempre!

Se eles se sentem “por cima” quando me veem pedindo desculpas”? Não, eles me olham com um olhar amoroso, me abraçam e dizem me amar, mas em nenhum momento demonstram se “sentir por cima”!

Eles já sabem questionar, sabem que ninguém tem o direito de gritar ou bater com/em ninguém e que qualquer um pode errar, isso tem sido um bom começo!

ps¹: contei aqui uma parte da minha maternagem morrendo de vergonha de mim mesma, espero que os julgamentos sejam guardados e que apenas conselhos e abraços sejam expostos. Já me culpo muito, não preciso de julgamentos de terceiros!!!

ps²: o título está como filhx por eu ter filho e filhas, não estranhe minha preguiça de separá-los à cada texto que for escrever

Anúncios

2 comentários em “Filhx, ninguém pode te bater!

  1. Acho que isso é muito mais normal do que é divulgado. Acredito que a sua consciência do real motivo de ter perdido a calma é muito mais importante do que mante-la o tempo todo.
    Esses tapinhas, ou tapas e gritos acontecem e não tornam ninguém menos ou pior mãe. Tem muita imposição por ae que o único objetivo é fazer com que as mães se sintam mal. Não deixe isso acontecer com vc. 😉

    Bjs em vc e nos pimpolhos!!!

    Curtido por 1 pessoa

Comente...compartilhe suas ideias também!!! E lembre-se: Comentar não dói e faz uma blogueira feliz!!!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s